6 de ago de 2012

Quanto tempo... que não vinha aqui!!!! 6/8/2012



Oi pessoal!



Faz tempo que eu não faço um post com algumas atualizações sobre o que anda acontecendo pela vida, e como várias mudanças aconteceram, hoje resolvi atualizar vocês dos “babados”.

DEPOIS DO TEXTO ONDE FAÇO MEUS DESABAFO..  HEHHE, VOCÊ VAI LER ALGUMAS MENSAGEM QUE ENCONTREI NA INTERNET, SOBRE
RECADOS   DE ENTIDADES DA UMBANDA.





A cada ano que passa meu “eu” se reforça.

DESABAFO..

Não sou uma pessoa só. não quero ser uma pessoa só! Me permito ser várias personagens, com várias aparências e cada um com seu astral e personalidade. Mas quanto à carater, tenho um só. Sou o que sempre fui. Pago um alto preço por ser que sou, mas sempre vale à pena!  Pois prefiro sempre ser quem sou, ser sincera e verdadeira acima de tudo, e ter a meu lado quem realmente importa, vale a pena e me aceita como sou de verdade, de que ter de fingir que estou de acordo com alguém ou situação somente pela "obrigação do convivio, ou para ter beneficios futuros.
Algums pensam que sou grosseira, pois sempre digo o que penso, sem rodeios. Poucos me admiram, pois dizem que "mando na lata"! Mas a verdade é que não creio que seja positivo ficar enfeitando as palavras, se a realidade não for bela! O que talvez explique um temperamento tão dificil e duro.Mas por outro lado, quando penso em como sou e sinto um pouco de vergonha de mim, olho para os lados e vejo algumas pessoas próximas passando a mão e dando tapinhas no ombro de alguém, e ao virar as costas, difama-la e torna-la um monstro, ou coisa parecida. Isso sim é vergonhoso.Pessoas frustradas vivendo uma situação ou um convivio, e não terem coragem de virar a situação, se mostrar sua insatisfação, se impor. As vezes é necessário "subir na mesa"!!! Já subi muito, já desci tambem, e quer saber? Não me arrependo! Pois até hoje, sempre que precisei tomar uma atitude mais drástica e dar um ???????, tive orgulho de mim. E depois de uma análise (as vezes faço) sempre vi que era a hora certa, pois se não deichamos Então, digo e expresso as coisas com as palavras que as vejo ou interpreto, só isso!!! Já perdi e perco ainda muito por ser assim, mas não quero mudar, seria como trair quem sempre fui. Compactuar com maracutaias, esconder a verdade de um amigo, trair um amor, fingir gostar de alguém por interesse, me apropriar do que não me pertence, são coisas que não aceito!!!Sei que algumas vezes magoei pessoas de que gostei muito, algumas ainda gosto... Mas eu me magoaria mesmo seria com mentiras e ilusões. Se pudesse voltar atrás, onde começou a moldar esse meu caráter tão "oito ou oitenta", eu com certeza iria moldá-lo um pouco mais flexível. Me vejo muito na imagem e no perfil (negativos) do Clodovil, igual a mim claros os limites, não podemos também reclamar quando são ultrapassados.E não estou me referindo a dar um ???? em lugares publicos, subir em mesas de verdade, gente; pois isso só reforça os estigmas e preconceitos. Estou falando sim em se impor, na intensidade e situação em que for necessária!!! Pode ser que um dia mude minha opinião e meu jeito de ver as coisas, afinal, estamos em constante mutação. Mas creio ser dificil.... Para mudar é preciso a vontade! E para ter vontade, precisaria ver um mundo melhor. Mudar para ser apenas mais um "fantoche";
 MUITO OBRIGADA.

Recados de entidades....

Entidade é o nome dado a todos os espíritos que estão em uma faixa de vibração astral, boa para o trabalho na Umbanda. Conforme seu grau de evolução espiritual, esses espíritos são levados a fazer parte de uma falange (agrupamento de espíritos), a fim de atuarem, aprenderem e evoluírem espiritualmente. Lá eles permanecem até a possível volta para uma reencarnação ou a evolução para um plano espiritual superior.

Mensagem de Um Exu Meia Noite "- Não pense que consegui meu poder sendo um tolo.


Sempre dormi com um olho aberto.


Nunca deixei uma ofensa sem resposta, nem um inimigo mais fraco sem conhecer meu poder.

Nunca deixei de respeitar um igual ou de temer um mais forte.

Foi assim que consegui tanto poder.

Também nunca saí da lei do carma.

Não derrubo ninguém que não merece, nem elevo quem não fizer por merecer.

Não traio ninguém, mas também não deixo de castigar um traidor.

Leve o tempo que for necessário, eu o castigo.
Não castigo um inocente, mas não perdôo um culpado.


Não dou a um devedor, mas não tiro de um credor.

Não salvo a quem quer perder-se, mas não ponho a perder quem quer salvar-se.

Não ajudo a morrer quem quer viver, mas não deixo vivo quem quer matar-se.

Não tomo de quem achar, mas não devolvo a quem perder.
 Não induzo ninguém a abandonar o caminho da Lei, mas não culpo quem dele se afastar.

Não ajudo quem não quer ser ajudado, mas não nego ajuda a quem merecer.
Sirvo à Luz, mas também sirvo às Trevas.
No meu reino eu mando e sei comportar.
Não peço o impossível, mas dou o possível.
Nem tudo que me pedem eu dou, mas nem tudo que dou é porque me pediram.
Não pego o poder do Senhor da Luz,
 mas não recuso poder do Senhor das Trevas.
Só respeito a Lei do Grande da Luz e das Trevas, e nada mais.

É isso que o Grande exige de mim; portanto,
 é isso que eu exijo dos que habitam meu reino.
Não faço chorar o inocente, mas também não deixo sorrir o culpado.
Não liberto o condenado, mas também não aprisiono o inocente.
Não revelo o oculto, mas não oculto o que pode ser revelado.
Não infrinjo a Lei e pela Lei não sou incomodado.
Agora sabe de onde vem meu poder, Senhor da Meia-Noite.





Dediquem-se Mais ao Auto-Conhecimento Espiritismo

Lá nos planos sutis, aonde vocês muitas vezes vão quando dormem, mas ao acordarem não se lembram, existe uma grande família espiritual a lhes esperar, velar e torcer por vocês. Quebrem a barreira vibracional com sentimentos e pensamentos elevados, levando seus corações até eles. Mate a saudade espiritual que existe dentro do seu peito. Deixe a intuição fluir. Os guias espirituais não são mestres intocáveis que vocês devem reverenciar, mas sim, são amigos de  jornadas. Conheça – os, converse com eles, trabalhem juntos, mas sorriam e brinquem juntos também. Eles estão te esperando. Mediunidade é coisa importante e séria, mas não diviniza nem inferioriza ninguém. Vocês sabem disso. Tem gente que pensa que ser grande médium é praticar fenômenos para “incrédulo vê”. Outros pensam que é se vestir todo com uma fantasia, “virar os olhos” e “rebolar” bastante. Não! Mediunidade é você trabalhar em conjunto com os amigos do lado de cá para o bem de todos, apenas isso. Vocês complicam muito as coisas. Na verdade tudo é muito simples. Pense na manifestação das criancinhas durante um processo mediúnico. Existe algo mais simples e belo do que isso? Parem de julgar a manifestação mediúnica ou a experiência do outro. Você pode até não concordar, mas caso para ele faça sentido, deixe. É dele! Isso lembra muito a postura daquele que não consegue fazer melhor e por isso mesmo vive a criticar e apontar o defeito dos outros. As experiências espirituais muitas vezes são de foro íntimo, cada um busca a sua. E cada um fique feliz com a sua! Aprendam também que a dedicação e o estudo ajudam muito. Mas o que realmente conta é o seu dia a dia, como pessoa comum, passando pelo crivo do grande mestre que é a vida. Não adianta nada estudar muito e praticar pouco. Fazer caridade é muito bom! Mas esclarecer as pessoas é melhor ainda. Tem gente que acha que doando uma cesta básica de Natal ao desencarnar será “salvo”. Outros ainda se acham muito especiais e caridosos, verdadeiros  pode até não concordar, mas caso para ele faça sentido, deixe. É dele! Isso lembra muito a postura daquele que não consegue fazer melhor e por isso mesmo vive a criticar e apontar o defeito dos outros. As experiências espirituais muitas vezes são de foro íntimo, cada um busca a sua. E cada um fique feliz com a sua! Aprendam também que a dedicação e o estudo ajudam muito. Mas o que realmente conta é o seu dia a dia, como pessoa comum, passando pelo crivo do grande mestre que é a vida. Não adianta nada estudar muito e praticar pouco.Fazer caridade é muito bom! Mas esclarecer as pessoas é melhor ainda. Tem gente que acha que doando uma cesta básica de Natal ao desencarnar será “salvo”. Outros ainda se acham muito especiais e caridosos, verdadeiros Taõ pouco são cúmplices das fofocas, guerras de vaidade e ciúme que existem dentro do mesmo. Um trabalho espiritual em grupo é uma benção e oportunidade única de evolução, tanto de encarnados como desencarnados. Aproveitem bem! Existe um montão de mestres esperando por vocês desse lado, mas muitas vezes eles não conseguem lhes amparar, afinal vocês não param de pensar na “vizinha”, ou como a vida é difícil e injusta…Os Orixás, os Mestres, os Anjos, os Devas, todos Eles amam a humanidade. Caso queiram fazer um ritual a algum Deles ótimo. Mas lembrem – se sempre. Vela acesa tem muito valor, se o coração estiver aceso antes. Caso contrário, não! A energia de uma erva é poderosa e realmente cura, mas antes suas próprias energias e o respeito com a vida vegetal  devem ser grandes, caso contrário, desperdiço de tempo. Qualquer ritual de magia para o bem é lindo e bem quisto pela espiritualidade. Mas não se perca no meio de muitos rituais e elementos. O grande mestre da magia é o coração, e a grande força motriz é a sua mente. Lembrem – se disso. Não sejam espiritualistas pela metade. Durante o dia vocês ficam pensando em espiritualidade, mas ao dormir, que é a grande hora onde o espírito se liberta do corpo físico, você não pensa em nada, fica com preguiça e logo sua mente é invadida por um monte de coisas, adormecendo na mais perfeita desordem. No mínimo ore ao deitar – se. Agradeça ao dia, coloque – se a disposição de aprendizado, aproveite as horas de sono. Elas são chaves de aceso ao crescimento espiritual. Meditem nisso.Eu sou um preto – velho*. Pouco importa minha forma ou meu nome. O que importa é que eu sou luz, como vocês e todos nós, filhos da Grande Luz. O sol de Oxalá* brilha em meu coração, no seu e em toda humanidade. Você ainda tem preconceito em relação a raças? A culturas diferentes? Religião? E julga – se espiritualistas? Ora amigo, deixe disso! Lembre – se: todos viemos da mesma fôrma. A fôrma de Oxalá. Eu tenho apenas uma palavra para descrever o preconceito: burrice! Burrice também são as paredes e preconceitos religiosos. Todos os mestres da humanidade pregaram o desprendimento, mas o que os seus seguidores mais fazem é ter o sentimento de posse em relação a Eles. E lá se vão guerras, ofensas e desarmonia entre uma religião e outra. E lá se vão discussões infindáveis entre doutrinas diferentes. Todos os caminhos levam a Deus, mas que você sempre acha que seu caminho é melhor do que dos outros você acha, não é mesmo? Faz um favor a humanidade: Vai voando nas asas do universalismo ecumênico! E para com essas bobagens…Do lado de cá nós adoramos música. Ela rejuvenesce a alma, acorda o coração e desperta a intuição. Aproveitem as músicas de qualidade. Elas são ótimas e verdadeiro brilho e alimento para vossos espíritos. Também escute a música que Os Orixás cantam secretamente dentro do coração de cada um. É a música da Criação, ela está em todos, mas só pode ser escutada quando a mente silencia e coração brilha. Pense nisso! Pense também na natureza. Coloque uma música suave. Direcione – se mentalmente a um desses sítios sagrados, verdadeiros altares vivos do amor de Olorum. Pensa na força curativa das matas, na força amorosa e pacificadora das cachoeiras, da limpeza energética que o mar traz ao espírito. Medita neles. Isso traz sintonia, reciclagem energética e boa disposição. Faça isso por você e fique bem! Por fim, dediquem – se mais ao autoconhecimento. Ele é super importante. E um dia, mesmo que isso demore milênios, vocês se conhecerão tanto que realmente descobrirão sua natureza divina. Nesse dia, as cortinas da ilusão se abrirão e você verá o universo a sua frente.

Não existirá mais Orun* nem Ayê*. Nem eu nem você. Apenas Ele… Pai e Mãe Olorum dentro de nós mesmos!

Um Grande abraço.

Pai Antônio de Aruanda e Fernando Sepe, escrito por duas mentes em um só coração.





MAIS MENSAGEM DE UM DOS MEUS EXUS .


Há que se perceber o instante da mente em seu devido tempo


Como conhecimento em atividade de auto-construção...


E práticas que fluem no presente, no leva e traz, do aqui, agora.


Pensar seu ritmo interno, acelerado, tanto quanto o perceber sem deixar os pensamentos flutuarem do passado ao futuro.


Preste atenção às necessidade do corpo, sinta a si mesma.


Largue tudo, respeite sua natureza sem ansiedade...


Abandone-se a si mesma, e as coisas começarão a acontecer.


Ser flexível na auto-aceitação...de ser água, sangue, prana é alto grau de entendimento, de sentimento, de amor...


Em filosofia emocional, conecte-se com tudo...com diplomacia sabedoria...


O saber humano é a auto-tolerância sem expectativas.


Repouse no dia-a-dia, esteja no aqui daquilo que seu mundo é.


Respire mais o ar das fases da sua lua, imediatamente, vá lá!


Todas as respostas estão aí, no íntimo do seu peito e mente.


Acredite, sua convicção a ajudará a levantar-se no  tempo, inteira.


E, eu que lhe contemplei em invernos e primaveras, sei que cresceu.
Verdade que o que vale viver de fato com as pessoas, vi passar. Melhor, como fruto verde na árvore , vi dores frígidas, inteiras aprisionando em ações destruidoras...criando necessidades e alcovas sem janelas, prisão que já não lhe retém mais...E você era uma imensa parte minha a sangrar, onde não se via o céu
Arranquei tijolo por tijolo, folhas, ramos e tronco daquela árvore.
Jurei que através de mim, outra vez voaria no céu, sem limites e, embora eu ainda a contemple através da vastidão majestosa, nas miríades de frestas a espreitar, há em cada nesga estreita numerosos dedos tentando lhe prender, todos são de " amigos ".
Revolto-me contra cada um, é bem verdade, não existe trégua...
Saí em sua defesa porque em você eu sou livre. E se me soltas nada mais me prenderá.
Agora, no vasto céu noturno, ouça-me, e então esteja pronta, apenas poupe um pouco mais de energia. Ó, todas as vezes...também estive presente!

Com minha dedicação, seu Exu.
- Salve, Exu!



Mensagem de um Exu Sr. Tata Caveira

“Eu era um desses homens de preto, que usava chapéu e ia rezar para quem estivesse desencarnando, com meu livro ‘embaixo do sovaco’. Em casas ricas recebia quadros, ouro, cavalos, carroças carregadas de milho, feijão e arroz. Nas casas pobres, recebia o que tinha - uma galinha, meia dúzia de ovos, o único pão, a última carne que tinha na casa do filho - em nome de um papel que eu carregava, numa época em que só valiam as riquezas, o quanto se pudesse carregar. Por isso, quando desencarnei, fui parar no portão do cemitério, para receber quem ter e quem não tem, quem se cobre com jornal ou com o maior dos tesouros.a nossa visão é mais ampla, vai além do que vocês podem ver. Nós preferimos incorporar aqui do que soltar os gritos na imensidão. Nós, espíritos de luz, nos limitamos aos corpos de vocês, porque é melhor fazer 50 filhos nos ouvirem de cada vez do que virar uma nação inteira do avesso. As vezes vocês ficam ouvindo aquelas vozes no ouvido dizendo o que fazer, de certo e errado, e você pensa que são um anjo e um diabinho. A voz que te fala coisas corretas somos nós e o demônio, são vocês mesmos. Sou eu quem estou no portão do cemitério recebendo quem passa encarnado e diz ´Saravá`, quem passa desencarnado ainda com lágrima nos olhos e quem passa com lágrima nos olhos para se despedir de quem ama."Disse ainda que, quando desencarnarmos, terá o maior prazer em receberr-nos e levar-nos a quem de direito, mas terá o prazer maior ainda em levar-nos para o seu reino, para aprendermos e depois voltarmos para essa terra.*(comentário da Cambone Mariana Meister)


 Um relato de Sr. Exu Tata Caveira na Gira de desenvolvimento -

 Dia 02 de novembro de 2008  Eu sei o valor da pedra que vocês chutam e também do carvão lapidado no dedo e no pescoço de uma bela dama. Respeitem os Exus, porque eles vivem suas alegrias e choram suas tristezas. Somos nós que esperamos vocês na concepção e no desencarne. Estar incorporado é deixar o espírito ir e vir e deixar o espírito caminhar dentro de você. Nós vemos o mundo através de vocês, através das limitações de vocês, porque  a nossa visão é mais ampla, vai além do que vocês podem ver.







Nenhum comentário:

Postar um comentário