12 de ago de 2012

Caminhando de bom humor !!!




Grupo sai da rotina e cai na estrada !!

Em Bauru, não falta ânimo para o grupo que faz até vinte caminhadas por mês inclusive finais de semanas e feriados
Reporter:  Maria America


Com o avanço a tecnologia, a correria do dia a dia, quase não sobra tempo para as caminhadas, momento com a família ou até mesmo com os amigos. A cada dia que passa o ser humano está cada vez mais acomodado, para ir até a esquina usa o carro ou até mesmo ônibus. Em meio a tudo isso surgiu um grupo na cidade de Bauru SP. para quebrar com hábitos sedentários. Trata-se do Bauruapé, um grupo com pessoas que usam seus dias de folga e os fins de semana para caminhar pela zona rural de Bauru. O grupo percorre as estradas com trajetos de 18 a 20 km, chegando até a seis horas de caminhadas. A grupo surgiu naturalmente através do trabalho de Renata Cardoso que realiza a muitos anos técnicas de evolução em terapias alternativas, para melhor “Qualidade de vida” Associação de Investidores em “Qualidade de vida” coordenado pela terapeuta Renata Cardoso que já realizava um trabalho de terapias vivenciais junto a natureza fez esta inovação para auxiliar seus associados com mais este exercícios que se faz ao caminhar.

Como começou!!!

Nos finais de semana um ligava para o outro e combinava de caminhar em alguma região da cidade desconhecida pelos outros. Em 2009, criaram o nome Bauruapé, que surgiu a partir da tentativa de juntar do nome da cidade ‘Bauruapé’ com a palavra ‘peregrino’. A equipe é coordenada exclusivamente por Renata Cardoso que se faz presente em todas caminhadas,.  O grupo já percorreu inúmeros lugares da região. Os locais preferidos são próximos à natureza, “Faço caminhada todos os dias de acordo com a necessidade de cada paciente, Diz Renata”, Ela também acrescenta que não há nenhuma caminhada que fosse em lugar estranho e nem mais importante, mas que cada caminhada tem sua beleza e importância única.
Já existem vários quilômetros percorridos na bagagem do Bauruapé, alguns curtas e outros longos. O grupo já participou também de vários eventos como Caminhadas na Natureza projeto do “Lar recanto da vida “ de Bauru SP.
Para Sueli cavichioli , o Grupo de Caminhadas Bauruapé é um misto de amizade, solidariedade e união entre os participantes. “Caminhar com o grupo faz bem ao corpo e ao espírito, pois além de estar em sintonia com a natureza o sentimento de liberdade é algo indescritível”, diz Sueli.

Já para Lilian de lima Niza, o Bauruapé tem uma grande importância em sua vida. Segundo ela, o grupo tem afinidades e valores iguais. Além disso, mantém o prazer de estar em contato com a natureza, cuidado com a saúde, desafio em conhecer lugares novos e de acordar cedo no final de semana, caminhar por lugares tranqüilos, fazer amigos e a sensação de paz, liberdade e cabeça leve durante cada caminhada.

Uma das participantes do grupo Vanessa Silva, afirma que os passeios lhe trazem recordações da infância. Também desperta a sensação de liberdade, de superar barreiras e de chegar ao objetivo planejado o traz muita alegria e bem estar. “Eu participo das caminhadas porque posso resgatar valores que sempre considerei importantes como, fazer parte de um grupo que procura viver em harmonia com a natureza, respeitando-a e admirando-a na sua simplicidade e na sua exuberância, me proporciona também conhecer pessoas especiais que cultivam esses mesmos valores”, Explica Vanessa. Ela também acrescenta que Praticar uma atividade física, tendo contato muito próximo com a terra, com a água, respirando um ar puro, sentindo o cheiro do mato, das flores, conhecendo lugares que jamais saberia de sua existência, apreciando o modo de vida das pessoas desses lugares o traduz essa tal importância.
Qualquer pessoa pode participar do grupo, basta ter o hábito de caminhar. “Não precisa ser um atleta, mas tem que estar em forma e com o condicionamento físico e a saúde em dia, pois os trajetos são longos e exige um pouco mais. É bom lembrar que não temos carro de apoio e a responsabilidade é de cada um”, explica Renata Cardoso
Ela também diz que para caminhar com o grupo basta acompanhar a programação no blog http://recantodavida.blogspot.com.br , e comparecer no horário e locais indicados.

 Caso a pessoa queira, pode mandar email para
para ser incluído na lista de programação, que passará a receber email com as informações dos eventos. A caminhada não tem nenhum custo.




 


         Caminhando de bom humor !!!


Quase todos os dias de manhã eu saio para dar uma caminhada . Às 6h30 e no máximo às 7h da manhã o tempo está fresco, várias pessoas de todas as idades vão caminhar também. Tudo bem até aí. O caso é que eu já observei como as pessoas caminham sérias, com cada cara fechada de espantar qualquer um! É uma coisa impressionante! Cada um mergulhado em seus pensamentos - em seus problemas! Noutro dia arrisquei sorrir para um senhor  que passava por mim e ele me olhou com estranheza. Como se sorrir fosse um gesto ousado, quase proibido. Sorri então para um outro senhor idoso que passava e este retribuiu o sorriso! Ainda bem! Cheguei a pensar em fazer tipo uma campanha do sorriso. Fazer uma série de cartazes e colar nos postes da estrada. "Moramos na mesma cidade" - diria o primeiro cartaz. "Estamos fazendo a mesma coisa" - seria o segundo. "Com o mesmo objetivo" - seria o terceiro. "Por que não sorrir, dizer oi, dizer bom dia!" - seria o quarto.  Passei uns dias dizendo "bom dia" e sorrindo para os caminhantes da 6h40 da manhã. A maioria respondia. Outros permaneciam com as caras amarradas. Depois de alguns dias, percebi que as pessoas que no início responderam já tomavam iniciativa de falar bom dia primeiro para mim.
Passou-se algum tempo. Essa semana um casal  e muitos outros ciclistas que eu nunca havia visto e que se exercitava de manhã cedo  falou "bom dia" pra mim. Acho que a minha "revolução" começou a dar certo.
























Nenhum comentário:

Postar um comentário