27 de mar de 2012

Instituto Renata Cardoso Bauru SP.




O seu corpo fala com o terapeuta!!!!!!!

Vamos imaginar que estamos passeando por uma estrada. Estamos muito animados, felizes, dispostos a ir muito longe Nesse caminho diversas coisas vão acontecendo, pessoas vão passando por nós, encontramos coisas que resolvemos carregar, conquistamos amigos, etc.Depois de um tempo nessa estrada, vamos percebendo que caminhar não é tão fácil. Que muitos obstáculos apareceram e outros ainda irão aparecer.Nesse momento nos sentimos pesados, cansados, sobrecarregados, sozinhos, sem rumo, afinal, pra onde estamos indo? A estrada já não parece mais tão bonita.

Vale a pena continuar essa caminhada?

Inicialmente pensamos em desistir de tudo, achamos que nunca iremos conseguir, e que desistir é o melhor remédio ou a prevenção para dor. Depois percebemos que não é fugindo dos problemas que vamos superá-los, que não é abrindo mão de tudo que seremos felizes.Por sorte, aprendemos isso tudo a tempo de mudarmos. Quando escolhemos uma profissão é como se escolhêssemos caminhar por uma estrada.
O fato é que apenas a capacitação intelectual não basta para enfrentar os desafios da profissão: deve haver também uma capacitação emocional para a função.



O que é um grupo terapêutico?
É um grupo que tem por objetivo ampliar a vivência individual acrescentando a experiência de cada participante.

Quais as vantagens de participar de um grupo terapêutico?

Em grupo, temos a oportunidade de aprender com a experiência do outro, sentir o apoio e incentivo, remodelar a auto-imagem, melhorar a capacidade de relacionamento interpessoal, aumentar a sensibilidade (liberação dos bloqueios), revigorar a auto-estima (críticas e agressões são substituídas por aceitação e incentivo), melhorar a auto-imagem, eliminar pré-conceitos (a atitude de aceitação mútua ajuda cada um dos participantes a diminuir os preconceitos acumulados) e aumentar a sua capacidade de percepção.
No grupo terapêutico, cada participante tem liberdade para questionar, duvidar, apresentar novas percepções e diferentes pontos de vista, sem medo

Nenhum comentário:

Postar um comentário