22 de out de 2012

MULHERES QUE VOLTA ENGORDAR FICAM DEPRESSIVAS!!!





BOM DIA A TODOS!!!  22/10/2012

HOJE DIA 22/10/2012 QUERO FALAR COM VOCÊ QUE AO ACORDAR TEVE A SENSAÇÃO
DO CORPO PESADO, VAI PARA BALANÇA E PERCEBE QUE VOLTOU ENGORDAR!!!!
AI VEM A PERGUNTA. OQUE FAÇO? Como pouco e não emagreço! Por quê?
 .., ESTOU EM VIRGÍLIA O TEMPO TODO PORQUE VOLTEI  ENGORDAR!!!??




Construí este Texto  para estender a mão para as pessoas que sofrem com algum tipo de distúrbio alimentar. Posso afirmar que se trata de uma  postagens de auto-ajuda, de muita auto-ajuda. Neste blog você encontrará muitas mensagens escritas por mim, e muitas outras de vários autores, cujas idéias me identifiquei. Caso eu publique algum texto ou imagem sua e você não quer que seja compartilhada, por favor entre em contato que imediatamente a retirarei, mas saiba que só publiquei porque gostei muito. Tenho muito o que dizer para você que sofre (e sei que é muito) com essa guerra com a balança e com os alimentos. 



 Oque você atrai com seus pensamentos?
Ressentir-se ou magoar-se significa dar valor e atenção demais a fatores que julgamos importantes. Mas será que o que julgamos importante para nós, outros não achariam insignificante?

Cada pessoa sente um mesmo problema de maneira ou intensidade diferente e o que vai gerar essa diferença é exatamente o tipo de educação que ela teve na infância. A infância marca nossa vida adulta, com o eco desse passado, sem que tomemos consciência de que estamos revivendo sensações dessa infância, na fase adulta.

 A mente guarda no inconsciente os fatos que provocaram dores na primeira infância para proteger nosso consciente dessas dores. Mas o registro, embora completamente esquecido, dos grandes traumas dita a nossa conduta de adulto evocando em nós sensações fortes e estranhas a nossa lógica consciente.

Como eu disse anteriormente, cada pessoa sente de maneira diferente um mesmo problema. Uns dramatizam, outros ignoram e outros ainda encaram com naturalidade. E é exatamente da forma como sentimos e vemos um problema que será impressa em nosso corpo a marca da coragem ou do medo, através da saúde e beleza, ou da doença e obesidade.
Sei que não é fácil esvaziar o coração, mas também sei que jamais você se verá livre das dependências emocionais enquanto não buscar o autoconhecimento e aplicar em seu cotidiano pensamentos, palavras e atitudes diferentes das que você vivenciou até hoje.

Uma criança, por mais rebelde ou inteligente que seja, ainda assim, é dependente emocional e financeiramente de quem a cria, não é mesmo?
Então, perceba que toda pessoa acima do seu peso normal tem cara de criança, chora como criança, brinca e briga como criança. É só observar a si mesmo ou os seus parentes e amigos obesos.

Ser criança alegre é positivo para a felicidade do ser humano. Mas ser criança frente aos problemas da vida, magoando-se, tendo autopiedade, culpando pessoas, guardando raiva, sentindo-se vítima e esperando que as pessoas o elogiem, ou o amem, é desejar, inconscientemente, ser notado e ser pego no colo.

Não se zangue comigo, ou pior, não veja esse comentário como coisa bonita em você, pois as consequências desses comportamentos acima citados são sempre desastrosas para qualquer pessoa. 

Agir assim lhe causa problemas de relacionamento na família, no amor, no trabalho e você acaba adquirindo o hábito de comer coisinhas durante o dia, para abafar a ansiedade gerada pela sua falta de desprendimento perante um problema. E mais, todo problema que ocorre na tireoide é o seu inconsciente se manifestando para lhe dizer o quanto você não fala por você mesmo e não se sente no direito de ser feliz. É uma espécie de complexo de inferioridade que diz: "Todos podem ser felizes, menos eu".

Você pode ter todo o motivo do mundo para dizer que são os outros que o magoam, ou o perseguem com intrigas, mas será que você ainda não notou que tipo de pensamentos você carrega durante sua vida para atrair esses acontecimentos?






           Preste atenção em você!!!!

Verifique se você é uma pessoa que não aprecia estar só (e quando digo só não quero dizer solitário). Há sempre alguém ao seu lado, para ampará-lo. Lute contra a dependência que você possui das pessoas. E esta dependência é uma carência, um medo de não ser aceito e amado. Por esta razão, perceba que você possa estar vivendo sua vida controlando tudo e todos, num eterno medo de não perder coisas e pessoas.

 Faz de tudo na busca do amor e da aceitação das pessoas. Olhe à sua volta, veja como são as pessoas gordinhas: é sempre alguém simpático, solícito, subserviente até. Muitos gordinhos metem-se com filantropia e outras formas de ajuda, não exatamente pensando no auxílio ao próximo, mas visando a aceitação e o amor que ele poderá obter. E poderá agir assim inconscientemente. Pode até sofrer por alguém, sem saber que está sofrendo por si mesmo, vendo-se na outra pessoa, como num espelho interior.

E fato que a maioria não percebe que age desta maneira e isto ocorre porque é sincero o que ele sente. Realmente se sensibiliza com as pessoas que lhe pedem ajuda. Mas assim ele se transforma na muleta das pessoas que têm problemas como ele, ou seja, alimenta uma dependência emocional.

É muito diferente do que acontece com o magro. O magro, normalmente, é taxado de egoísta pelo gordo. O magro não se submete a condição de ser muleta para as pessoas com problemas. Ele dificilmente cairá em um esquema de dependência emocional. Quando o magro percebe uma situação como esta, não se mostra conivente com alguém que quer uma muleta para apoiar sua dependência. E nega ajuda!

Para que o obeso não aja mais desta forma, é necessário, em primeiro lugar, que tome consciência de seus atos e das razões que o levam a agir da forma que age. Depois disto, deverá compreender e aceitar os fatos, com flexibilidade. Aos poucos, esta maneira de agir irá desaparecer e, gradativamente, a resistência será quebrada.



Já que você quer realmente se livrar do problema, por que não tentar exatamente o caminho mais difícil? Aquele caminho que o inconsciente lhe nega, e que o faz sentir raiva e repúdio. Quem sabe é aí que estará a resposta para sua recuperação interna.

Muitos dirão: "Estou contente com o meu corpo, mesmo estando gordo! A minha gordura não interfere na minha vida." Só que, dizendo isto, aceitando e conformando-se com esta situação, ele estará escondendo, das pessoas e dele mesmo, aquelas angústias secretas que ele acha serem próprias da vida.

Nesta altura dos acontecimentos, o obeso tenta aceitar as angústias como algo que faz parte da vida. Ora, angústias não fazem parte da vida. A vida pede e é para ser vivida sem angústias! Angústia, para a Psicologia, significa medo do novo.

O obeso tem um grande medo de soltar suas velhas coisas, de se desfazer de certos relacionamentos repentinamente. Como enfrentar o novo? Ele pode não ser aceito! Ele pode não encontrar outro amor! O gordo tem medo de viver só, de estar na solidão. Desenvolve, dia-a-dia um invólucro para se proteger das suas próprias angústias, depressões e ansiedades. Uma capa (de gordura) protetora contra os ataques hostis do mundo externo.

A estrada que leva as pessoas ao novo é o caminho mais difícil, mas é exatamente o atalho que você deve tomar para chegar ao seu objetivo de se livrar da obesidade.


Busque ajuda terapêutica !!!!meditação e Reflexão.


É de fundamental importância a meditação e a reflexão, mas quando não se sabe, ou não se consegue lidar com os mecanismos de defesa do inconsciente, que age dominando a consciência, é importante buscar ajuda profissional.



O profissional não precisa ser, necessariamente, um psicanalista. Deve, porém, conhecer técnicas que ajudam a conhecer melhor o funcionamento da mente, como a PNL, ou a psicologia comportamental, reichiana ou junguiana.

Você só irá emagrecer no momento em que romper com as crenças antigas e com o comodismo que há dentro delas, que tenta convencê-lo de que não é preciso mudar. Seu apego às antigas crenças e seu comodismo existem em função do impulso negativo que vem do seu inconsciente.

O relaxamento e a meditação possuem importância comprovada pela Ciência. Ao relaxar os pensamentos e os músculos, todo o organismo é beneficiado.

 O sistema nervoso age de forma eficaz sobre os órgãos e funções do corpo, toda a energia que estava bloqueada passa a fluir normalmente. Com isso, as enzimas e as substâncias químicas funcionarão melhor dentro do organismo, que passa a ter um ótimo metabolismo.

Caso você não obtenha bons resultados praticando esta técnica sozinho, aconselho que busque a ajuda de um profissional e leve a sério sua luta contra a obesidade. Rompendo com as pressões internas, que querem impedi-lo de encontrar o bem estar, você, com certeza, encontrará a felicidade, já que nasceu com o direito a ser feliz.



Oque você precisa entender!!!!!

Todas as pessoas têm problemas e infelicidades. No entanto, nada neste mundo, nem ninguém, possui o poder de lhe trazer problemas ou infelicidades, se você assim não o permitir. 

Quem permite ser atingido por mágoas, ressentimentos, raiva ou sentimentos de vingança é você mesmo. As pessoas, em geral, possuem medos internos, autoestima baixa, inseguranças, depressão, ansiedade e desequilíbrios internos quando se permitem ser atingidas por problemas e infelicidades externas.

 E a causa disso é não saber lidar satisfatoriamente com o mundo externo. Isso ocorre, porque as pessoas não puderam crescer e se desenvolver naqueles momentos críticos, quando precisaram mas não obtiveram o material para completar aquele quebra-cabeça da sua mente em desenvolvimento, na fase da primeira infância. E isso não é culpa da mãe, do pai, da avó ou da bisavó. 
Esse é um sistema que vem se repetindo há milênios. Desde o primeiro homem na face da Terra, na época do surgimento do primeiro ser vivo no Universo, existem mecanismos de transtorno para que se busque a fixação nesta dimensão 

Esta fixação, muitas vezes, acontece de forma fragmentada, dispersa e separada dos dados espirituais que deveriam estar trabalhando junto com os dados materiais. Quando se perde de vista o eu-essência, quando se perdem de vista as leis universais, você se torna cada vez mais distante de uocê-uerdadeiro, total, pleno de consciência.
 Desta forma, você estará cada vez mais distante da verdade e acabará se tornando um sonho, uma fantasia, perto daquilo que é o real.

E como não ver, por algum tempo, uma pessoa que se conhece. 

Você poderá se lembrar dela. Porém, quanto mais tempo se passar, menos você se recordará de suas feições, porque a sua imagem estará muito distante e cada vez mais apagada em sua memória.


Foi exatamente isto o que aconteceu com o conhecimento daquilo que é invisível, porém real. Durante milênios, as pessoas passaram a dar valor apenas para o que viam com os olhos, o mundo material. E o mundo espiritual, invisível, verdadeiro e real ficou relegado a um plano secundário, do qual, até hoje, muitos duvidam da existência. Isto resultou em um conhecimento incompleto dos seres. 

A parte material é conhecida. Muito pouco se sabe, porém, daquilo que não é visível. E o conhecimento do eu-real é como um quebra-cabeça em que faltam algumas peças. E essas peças só serão encontradas quando se conhecer o mundo invisível, mundo este ao qual se chega com a expansão da consciência.







Se você quiser emagrecer deverá romper seus vínculos familiares. Não os vínculos afetivos com as pessoas que vivem sob o mesmo teto, mas os vínculos internos que geram dependências. 
Deverá compreender que quanto mais você se soltar e se desapegar, mais estará trabalhando para a energização dos seus chakras, o que faz com que seu corpo receba, harmonicamente, todo o tipo de energia positiva que irá equilibrar sua estrutura psíquica, da qual a glândula pineal faz parte.

A glândula pineal é conhecida dos médicos neurologistas. Quando esta glândula vibra, ela influencia e transforma o corpo etéreo, alterando o estado de consciência da pessoa. A glândula pineal pode vibrar por meio de sons, de entoações vocálicas, de cores e de luzes, e é capaz de transformar a aura e também o corpo físico.

Hoje em dia, os médicos, os estudiosos e os cientistas cada vez mais consideram os fenômenos parapsicológicos e a influência das propriedades da mente nos fatos do cotidiano. Nos congressos e nas sociedades científicas, a cada dia surgem novas informações sobre o que se convencionou chamar de mundo holístico. 

O termo holístico refere-se ao ser humano visto; como um todo, corpo e mente. Não é algo místico. É visão do ser humano, considerando-se seus aspectos físicos e não-físicos, visíveis e invisíveis.

A cada dia, o mundo holístico está se aproximando de nossas vidas, de nosso dia-a-dia. E os médicos que ainda não o consideram, em seus trabalhos e diagnósticos, não vão poder ficar muito tempo longe destas informações.

 Quanto mais um médico conhecer seu paciente no âmbito psicológico, energético e fisiológico, melhor ele poderá elaborar um diagnóstico. Com isso, poderá ensinar novos recursos de autocura para seu paciente, que poderá colaborar com o tratamento médico.

Pense. Reflita. Você já ouviu de tudo e já tentou quase tudo. É fato conhecido que muitas vezes as pessoas sentem preguiça, depressão, falta de vontade ou até acreditam convictamente que a culpa da situação é dos outros, e que são eles que precisam modificar-se para que você seja feliz, ou que as pessoas são diferentes de você.

 Se você continuar achando que o que você faz é o normal e o correto, pense que o correto é o desapego e não a manutenção de um modo de viver que o leva apenas ao ponto infeliz onde você se encontra.

No desapego verdadeiro existe o amor profundo e incondicional, que acredita em Deus com todas as forças do coração. O verdadeiro amor não prende, mas liberta. Quanto mais você acreditar que as energias do Universo fazem parte do seu ser, como um todo, e quanto mais pensar positivamente, mais atrairá vibrações positivas para o espaço ao seu redor, para o seu mundo e para o seu corpo. 

Quanto mais isto acontecer, menos medo você terá em soltar pessoas ou acontecimentos, porque saberá e terá convicção de que tudo sempre dará certo e correrá da melhor maneira para todas as pessoas, em todos os sentidos.



Palavra final
Engordar e Emagrecer é apenas um sinal, um telegrama enviado pelo seu inconsciente.

 Não acredite que o fato de ser gordo é algo apenas hereditário ou uma consequência de comer demais, ou ainda distúrbio das glândulas.

 Mas acredite, sim, acima de todas as coisas, que o Deus do seu coração está sempre lhe mostrando novas alternativas, incansavelmente, para que você entenda que tudo pode ser mudado.

O fato de você não querer mudar, por achar que está bem desta maneira, não deixa de ser uma resistência. Se você julga estar bem, então observe o seu comportamento: se você não estiver reclamando de nada, se nunca está triste, se sempre faz tudo sem ter dor no corpo, ou dor moral, se não guarda mágoas ou ressentimentos e se nunca está nervoso, então eu acreditarei mesmo que você está bem e satisfeito consigo mesmo.

 Caso contrário, eu chamarei a tudo isso de resistência a uma mudança que urge se fazer em seu ser.
Acredite sempre em seu Deus, aquele que seu coração sabe que existe e que possui o nome que você queira dar. Você compreenderá, cada vez mais, que toda a ajuda que encontrar ainda será pequena perto do que você mesmo pode se dar. 

Você, como ser humano, tem todo o conhecimento em seu interior. Basta, apenas, mergulhar em si mesmo, não tendo medo de enfrentar e ultrapassar os obstáculos que virão, representados pelas resistências e pelos mecanismos de defesa do inconsciente. 

Depois de enfrentadas as dificuldades, você irá se deparar com um mar de liberdade, imenso e maravilhoso, uma vida nova em um corpo equilibrado e proporcional, compatível com o novo ser que, graças a você mesmo, veio à tona, e que será, com certeza, muito feliz.

Você merece!


Que o Deus do seu coração lhe dê força e amor para suas conquistas.



Depoimentos 2012 para Renata Cardoso!!!




Claudio  Bauru SP.2012


“Meu nome é Claudio tenho 47 anos e procurei a professora Renata Cardoso através de sua palestra ., sobre Constelações familiares .. Meu caso é que me encontrava desempregado há meses e este estado já estava interferindo na minha vida conjugal. Fiz a constelação e me harmonizei com meus pais mãe e pai que me abençoaram e me libertaram deste padrão de escassez que eu vivia. Exatamente quinze dias depois fui convidado a trabalhar numa empresa com um salário absolutamente compensador e já estou aqui há dois meses e estou indo muito bem . Foi muito sincrônico o emprego e a constelação.



” Carmem Bauru SP. 2012



Depoimento de Cura depressão através da Constelação


“Tenho 56 anos e há 30 anos sofro de uma depressão angustiante que de forma cíclica aumenta chegando e me causando uma mistura de depressão e ansiedade muito grandes e quando essa onda diminui eu retorno a depressão propriamente dita apesar da medicação constante que tomo,apresentei –me mais cedo por causa de problema. Fiquei sabendo das constelações familiares através de minha irmã que se curou também com trabalho de terapia com a professora Renata Cardoso e fui tentar me ajudar. Na constelação que foi individual, Renata foi a “representante” como ela explicou e foi detectado que eu estava repetindo um comportamento de um tio bisavô por parte de meu pai que fora excluído de sua família pelo e ficou depressivo. Foi conectado a alma deste antepassado com a lama da representante (fato este que explica a professora é baseado na ciência,a física quântica). Este antepassado me abençoou e me liberou deste comportamento e por incrível que pareça,passaram-se três semanas e crescendo a depressão e a ansiedade foram desaparecendo. O meu psiquiatra já diminuiu a dose dos remédios 2 vezes nos últimos 2 meses e eu me encontro tão bem que até não acredito. A professora Renata Cardoso diz que eu estou curado e eu preciso acreditar nisso. Obrigado.


” Preta Losano Bauru SP. 2012


“Olá Renata, Bom dia!
Aqui é Preta. Lembra de mim? Tive duas sessões com você, uma em que você fez meu mapa, em dezembro, e outra em que fizemos uma constelação familiar para trabalhar uma questão da minha mãe, no início de janeiro.
A constelação familiar trouxe bons resultados! Minha mãe se tornou mais calma, já no final daquela semana. Também fiquei muito impressionada com o mapa numerológico. É muito preciso! Acho que voltarei, um dia, para fazer outro, ou indicarei para amigos – gostei mesmo!



”. 2012 Araujo


“Como prometido, segue relato sobre os efeitos da constelação realizada com minha mãe. No último de 05/09 ela teve uma crise em Duartina SP., onde foi hospitalizada dado um índice de potássio muito acima do normal, seguido de desidratação e falta de sódio. Durante a internação, uma das médicas do HUSF realizou um pré diagnóstico, o qual se confirmou em 16/06: adrenalite auto imune. Desde então, após receber alta, ela tem se consultado com uma endócrinologista conhecida da família, pois a médica que costumava acompanha-la no Trasmontano jamais havia cogitado uma falha na glândula supra renal. Ela está fazendo uso de cortisona, 5mg ao dia, com significativo resultado: voltou a se alimentar, está mais disposta e já conversa como antes. O único ponto que nos preocupa é que ela se recusa a voltar ao tratamento da depressão – e como não queremos força-la, dada a nítida melhora de comportamento que ela tem apresentado, estamos com receio de leva-la até seu consultório. Passado o laudo técnico, eis o momento “mágico”: o dia da crise,com o consequente diganóstico, foi exatamente uma semana depois de termos constelado!



” Paula Amadey Marilia SP. 2012


“Meu nome é Paula, sou médica, tenho 42 anos e sou solteira. Conheci a Renata através da indicação de uma terapeuta floral em maio de 2010. Nunca havia ouvido sobre constelação familiar, mas desde sempre achei que somos frutos dos nossos antepassados não só fisicamente, mas também espiritualmente. O que eu não sabia é que os laços de amor que nos unem a eles às vezes podem significar uma prisão e que por este amor adotamos padrões de comportamentos familiares que não são escolhidos conscientemente por nós. Em poucos meses revi grande parte da minha vida e dos meus comportamentos à luz não só da minha própria história mas também da história da minha família. Libertei-me de alguns medos e padrões que não faziam mais parte de mim, revi relacionamentos e conquistei o equilíbrio que sempre busquei. Minha vida mudou em consequência da minha mudança interior e finalmente pude encontrar o companheiro que sempre busquei para construir uma família. Agradeço muito à Terapeuta Renata Cardoso por ter me guiado nesta mudança e ao plano divino por ter me levado a este encontro”.



 Elo  2012


“A Renata  foi um anjo que Deus e o Google colocaram no meu caminho. Os métodos que ela emprega na terapia são verdadeiras aulas e tudo faz sentido. Por isso ela é breve. Penso que quando você entende, tudo fica mais fácil. Sua voz e jeito doces me cativaram logo de cara. Já na segunda sessão fizemos um exercício que me levantou. Me senti mais segura, confiante e mais consciente da vida. Obrigada Renata. Que Deus te abençoe sempre e que você possa ajudar a muitas outras pessoas. –



 Cristina B,  Bauru SP. 2012


“Obrigada Renata, é a maneira que encontrei para começar meu depoimento. Depois da constelação que fiz para minha mãe, pude constatar a grande diferença que ocorreu com ela. Inacreditável, porém absurdamente comprovada sua renovação. Mulher sofrida, trabalhadora, correta com príncipios éticos e morais sem igual. Carregava um peso que não merecia. Tornou-se triste e desanimada com tantos acontecimentos em sua vida, incluindo, dentre muitas perdas, a morte de um filho querido, meu irmão. Através de um presente divino, tive a oportunidade de conhecer você, Renata, e daí paticipar da constelação, evento mágico. Hoje minha mãe de 89 anos me transmite uma alegria que sempre quis que tivesse. Obrigada Renata. Serei eternamente grata. Que Deus ilumine você e sua família. –



Nely 2012


“Meus pais sempre tiveram o mínimo e o mínimo pra mim não é suficiente, estava repetindo os padrões dos meus pais, quando tinha um pouco mais de dinheiro dava um jeito de perder esse dinheiro. A partir da constelação familiar as coisas começaram a acontecer, em três dias as coisas que estavam difíceis de acontecer se abriram, foi interessante porque pessoas que eu não via há muitos anos voltaram a aparecer e justamente trabalhando numa área onde eu precisava de uma pessoa para colaborar, é como estar na hora certa no lugar certo. Meus pais hoje inclusive já mudaram seus padrões de comportamento quando estou esperando que ele diga algo ele não concluiu o raciocínio e isso interfere no padrão, onde você busca resultados e eles são alcançados. Também percebi que eu acabei fazendo uma seleção natural de coisas e pessoas, como se eu já soubesse lá na frente o que vai me trazer retorno e o que não vai. A primeira constelação afetou indiretamente, hoje penso cada vez menos em problemas e nas consequências e não tenho mais medo das coisas, sempre trabalhei, sempre batalhei e nunca chegava onde almejava, hoje minha autoestima minha autoconfiança veio a tona e a sensação é de que eu já alcancei tudo que almejava, não que eu realmente tenha conseguido ou que já tenha um bolo de dinheiro porque tenho consciência da realidade mas me sinto enriquecido em todos os sentidos.



”Julia Aredes  Janeiro 2012


“Procurei a Constelação Familiar da Professora Renata Cardoso por causa do meu filho. Ele havia se separado recentemente e a ex-mulher o estava proibindo e a nossa família, de vermos meu neto, que enquanto os pais trabalhavam, eu que cuidava da criança, portanto foi muito doloroso para mim, pois estava muito apegada a essa criança, meu neto. Minha ex-nora estava irredutível quanto ao deixar que meu neto fosse nos visitar, qualquer que fosse o momento e havia estabelecido que provavelmente isso só se daria uma vez ao mês. Fizemos a CF para meu filho que também apresentava um comportamento de se envolver com várias mulheres, e durante a CF foi diagnosticado que ele estava identificado com um tio que tinha o mesmo padrão. Também trabalhamos nessa mesma CF o caso da esposa que por sua vez estava identificada com a atitude dos familiares, com a linhagem do pai e da mãe. Foi feita a harmonização, como a Renata fala, foi feita a retirada dos emaranhamentos familiares através de um alinhamento amoroso das almas. Terminada a Constelação fiquei no aguardo de uma resposta. Fiquei muito impressionada pois a resposta veio no dia seguinte, quando houve uma audiência no fórum e durante a audiência o comportamento de minha ex-nora mudou totalmente e ficamos impressionados, pois ela estava absolutamente dócil e aceitou acordos jurídicos que ela não havia aceitado até então, e deixou que víssemos a criança uma vez por semana. De lá pra cá o comportamento dela e de meu filho está muito mais respeitoso e a criança está muito mais feliz. Agradeço muito a Constelação que fiz  Renata Cardoso, obrigada


Claudia L. Jaú sp. 2012


“Vim pela segunda vez para fazer outra Constelação para minha filha de 30 anos que vivia doente. Fazendo a constelação eu pude observar que a alma dessa minha filha chorava pela alma de uma irmã. Houve um aborto espontâneo no começo do meu casamento, e a alma da minha filha de 30 anos chorava exatamente pela alma de sua irmã que não nasceu, se tratava de uma alma que era amiga dela. Fizemos a conexão quântica do representante com a alma da criança abortada, juntamente com a alma de minha filha. Numa dimensão anímica, como a Renata explica, todos compreenderam e se harmonizaram. Elas se abraçaram, e depois da Constelação a minha filha melhorou muito, sua saúde também e ela não voltou mais a adoecer. Agradeço muito à Constelação Familiar, que teve resposta imediata tanto no primeiro caso, como no segundo.


Celso M. Bauru 2012


“Eu fiz uma Terapia no dia 11 de fevereiro de 2012 para verificar uma questão familiar entre eu, minha esposa e os familiares dela. A Constelação começou e logo se identificou uma situação que havia do lado de minha esposa, um padrão que se repetia (segundo Renata, uma saga familiar negativa) E então a questão foi trabalhar durante toda a Constelação a harmonização dos antepassados da linhagem dela. A cada momento pude perceber, como eu estou há muito tempo com ela, que muitas coisas faziam sentido; até os representantes assumiam posturas idênticas a dos familiares. Acabou a constelação, nós fomos viajar e no período dos dois primeiros dias aparentemente nada havia acontecido. Já no terceiro ou quarto dia, o negócio foi meio mágico, parecia que haviam me tirado daqui e me colocado em outro lugar pois o ambiente estava muito mais harmônico. E aí teve outro “desabamento”, nós chegamos de viagem e fomos jantar na casa dos meus sogros, e eles estavam conversando sobre coisas que haviam sido conversadas na Constelação. Começaram a colocar os pontos nos “is”, “lavando a roupa suja” mas sem ninguém se ofender, todos ali estavam se entendendo e isso foi muito legal. E a cada dia essa situação melhora e continua melhorando. Parece que estão todos de acordo para viver melhor. E eu fiz com uma visão bastante cética, para mim, em tudo deve haver uma razão por trás. Eu não sigo nenhuma religião, vim para ver se realmente poderia funcionar, e funcionou.” 


Nelson Bauru 2012


“A descoberta de uma doença crônica grave, lúpus eritematoso sistêmico, e complicações posteriores deram um “start” em mim da necessidade de mudança de estilo de vida, de rumos, de valores. Fazer terapia com a Renata Cardoso me ajudou a ter instrumentos para realizar essa mudança de maneira serena, a identificar padrões de pensamento e comportamento que me prejudicavam e exacerbavam os problemas de saúde, e a alcançar novos níveis de saúde e consciência(Não houve mais recidiva da doença). Posso dizer que a terapia foi um excelente começo de um grande caminho de auto-conhecimento e auto-consciência.”



 Karoline | 31 anos | Jornalista | 

Janeiro 2012


“Vim para terapia de meditaçõ o seguinte tema: A depressão de minha avó de 86 anos, com a qual eu moro. Após 3 dias da Constelação o comportamento de minha avó mudo sensivelmente: Mora conosco uma senhora que já consideramos da família pois que trabalha em casa há 7 anos e cuida de minha avó. Esta senhora após 3 dias da Constelação Familiar se surpreendeu com o comportamento diferenciado de minha avó, segundo ela “não a via tal calma “tão zen” desde que entrou em casa”. Vale também pontuar que a partir desta Constelação Familiar eu pude ter com minha avó diálogos que até então não houvera tido. As mudanças estão ainda continuando a ocorrer num crescendo. O nosso relacionamento vem melhorando também e minha avó, com ela mesma, está menos depressiva.”



 Ignes bauru SP. 2012


“Motivo: Tenho um neto de 4 anos cujos pais são separados. Sou avó paterna. A mãe da criança proibira que o pai e sua família visse a criança e entrou com uma ação para que juridicamente o contato fosse mínimo do pai e avós paternos. Após 3 dias da Constelação, houve um encontro com a Juíza de família e o comportamento da mãe, para surpresa de todos, foi totalmente diverso e amigável e agora nós estamos podendo estar com a criança finais de semana, desde sexta-feira até o Domingo e ainda passáramos o Natal com o menino. Foi um resultado muito rápido.”



Claudia 2012 Bauru sp.


“Foi buscar uma Terapia para que meu filho de 28 anos se encontrasse na vida. Sua postura era de rebeldia e preguiça, sem vontade de nada, de nenhuma ação. Após isso o comportamento dele se modificou, tornando-se amigável e interessado em um trabalho – mais calmo e equilibrado. Agora já se passou + de 1 mês (quase 2) da Constelação e meu filho já se encontro num trabalho e muito bem direcionado. Está estudando para uma nova profissão.” 



Paula H.  Bauru SP, 2012


“Fui buscar a terapia porque tinha dentro de mim uma baixa auto-estima, uma tristeza na alma que não sabia de onde vinha, às vezes essa tristeza pegava mais forte e ficava comigo alguns dias e isso me trazia insegurança emocional. Sou filha adotiva e vim para a casa de meus pais com mais ou menos 6 meses. Tenho hoje 17 anos. Após a Constelação Familiar (14/10) que minha mãe fez para mim (porque eu não estava presente) eu senti 1 dia depois (15/10) como se tivesse saído um peso de dentro de mim, do meu peito e depois nunca mais senti a tristeza e o peso. Nesta noite do dia 15 eu fui ao teatro com minhas amigas, estava tão elétrica, animada e feliz que nem dormi direito apesar do sono. Agora vou participar de outra constelação para resolver uma outra questão minha que é uma atitude de fuga em relação a obstáculos que aparecem na minha frente, como que se eu não quisesse enfrentar. Depois eu conto o resultado!”



 Tereza 2012 Bauru Sp


“Minha experiência com a terapia de Constelações Familiares: , meu marido, é uma pessoa muito boa, prestativa, responsável, ligada à família, só que não consegue demonstrar o seu carinho comigo. Este ponto me está fazendo muita falta. Nosso relacionamento é como o de irmãos e não de marido e mulher. Na Constelação foi constelado que ele está com um problema consigo mesmo e não com a esposa. Seu problema atual é o de não conseguir aceitar o seu envelhecimento. Ele tem medo da morte e com isso está negando o prazer, a vida. Uma representante para a morte e uma para a vida foram escolhidas e ambas mostraram alma do meu marido, que não há nada a temer. A vida e a morte foram reverenciadas para que cada uma atue a seu tempo. Uma parte do resultado da terapia foi bastante imediato, pois passados 4 dias, ele, que há anos sempre fugia dos médicos, foi à um oftalmologista para procurar ajuda para um problema de visão que ele já tem faz um tempo. Se ele agora decidiu se tratar, já está se ligando a vida. Graças a Deus!”



 Saurya 2012


“Renata, fiz sua Constelação Familiar e fiquei muito feliz em participar, desse grupo, para mim foi uma experiência incrível, parecia um filme diante de meus olhos. As pessoas (representantes) pareciam que me conheciam e na verdade ninguém conhecia a minha vida. Olha Renata esse trabalho mudou a minha vida, não vou dizer totalmente, pois ainda é muito cedo, pois é tão recente, mas quero te dizer, que eu mudei e meu marido também, ele está mais calmo, me deu uns beijos e abraços que há tempos não fazia, ele veio por traz na cozinha e me deu, do nada, um apertão, que me fez arrepiar; estou muito feliz e espero ficar muito mais. Eu também estou mais calma, outro dia falei um pouco mais alto e ele me disse: “você está gritando outra vez?”. Foi incrível fiquei envergonhada pela minha atitude, pois me fez ver o quanto era mãe e não mulher dele. Agora mesmo, que seja no fim da vida, pois tenho 74 anos e 53 anos de casamento não muito feliz, espero que daqui para frente eu tenha mais paz e alegria em nossa relação. Obrigado por essa oportunidade de conhecer esse trabalho de constelação familiar e espero que outras pessoas se beneficiem, como eu. Obrigado, que Deus te abençoe e te dê muita saúde Renata, para seguir fazendo esse trabalho!” 



Selma Mangiolardo 2012


“A descoberta de uma doença crônica grave e complicações posteriores deram um “start” em mim da necessidade de mudança de estilo de vida, de rumos, de valores. Fazer terapia com a Renata me ajudou a ter instrumentos para realizar essa mudança de maneira serena, a identificar padrões de pensamento e comportamento que me prejudicavam e exacerbavam os problemas de saúde, a alcançar novos níveis de consciência. Claro que as mudanças não se operam imediatamente, mas posso dizer que foi um excelente começo de um grande processo. ”Muito Obrigada Renata bauru




Sonia simão 2012


“Sou casada há 33 anos. Meu marido é freqüentemente mal-humorado, nervoso e crítico.
Ultimamente, está sendo indelicado comigo perante os namorados das filhas e de minha sogra. Fica dias e dias sem falar comigo por motivos fúteis. Por um desses motivos banais estava sem falar comigo, sem me cumprimentar ao chegar em casa, sem se despedir ao ir embora, enfim, me ignorando por completo há 1 mês.
No dia da “constelação familiar”, dia 02/07, á noite, foi se deitar mais cedo, quando eu ainda estava acordada. (enfatizo isso, pois, ele esperava que eu adormecesse e ia se deitar de madrugada).
No dia seguinte à noite, durante o aniversário de meu cunhado começou a falar um pouco comigo. Na madrugada do dia 03 para 04/07, ele se levanta, acende e apaga a luz do quarto, a fim de me acordar, e sem razão, começa a falar de uma forma exaltada sobre o “segredo” ou problemática. Disse que eu parasse de lhe cobrar, amor, carinho, atenção, que eu lhe deixasse sossegado, quieto num canto, que parasse de lhe paparicar, oferecendo as coisas à mesa da refeição. Que ele estava estressado, nervoso com a atual crise, sem férias há tempos, etc…
Eu só me limitei a ouvir, nada falei. Nesse dia, 04/07 à tarde, levou-me passear no shopping, ver vitrines, ficando de bem comigo. Na manhã de domingo (05/07), amanheci com dor de cabeça, ocasião em que me levou um chá na cama.
Portanto, no primeiro final de semana após a terapia, meu marido fez as pazes comigo! Eu só observava muitíssimo admirada!! Muitíssimo agradecida à terapia da constelação familiar, à Dra. Renata Cardoso e a todas as companheiras do grupo.”



 Maura 2012 – 


“Estou sempre em busca de algo novo para me conhecer e relacionar melhor e após participar a um encontro sobre o assunto fiquei ansiosa para que chegasse a minha vez de vivenciá-lo. 21.5.09 fiz a ligação com meu pai e minha mãe. Senti muita emoção e cheguei até a chorar (o que não é freqüente comigo). Meu pai nascido em 1904, não se expressava muito nem verbalmente nem em sentimentos (a época em que viveu na Itália, após passar por duas guerras) e meu marido é muito parecido com o meu pai; pouco falante e esperando que eu tome a iniciativa para quase tudo. Dias seguintes à Constelação, meu esposo começou a me apreciar mais, me elogiar e demonstrar mais contentamento, o que muito me espantou, pois estamos casados há mais de 50 anos (13.9.1958).
Em 28.5.2009 fiz a constelação para o meu terceiro filho. O representante do meu filho percebeu que o problema dele (mesmo comportamento do pai e do avô) era o sentimento de ciúmes. Admiti que era verdade, pois após 9 anos sendo caçula, o nascimento da irmã não foi para ele agradável e por diversas vezes o demonstrou.
Fiquei surpresa e feliz quando no dia seguinte, ele que mora no interior a 100km de SP, veio jantar em casa. Estava bonito, contente e falante. Contou sobre as crianças, o seu trabalho e as melhorias que estão acontecendo, os projetos futuros e como ele se sente bem agora.
Relembrou a juventude e fatos que lhe despertavam raiva e tristeza e que antes não queria comentar e que naquele dia resolveu narrar em detalhes, sem nem se quer ser questionado.
Disse que até quando garoto ouvia o pai se preocupar com os problemas do trabalho e se sentia responsável pelo o que estava acontecendo. Com isso percebi o quanto sensível ele é. Ele se comparou com uma de suas filhas de 5 anos, que também tem ciúmes da irmã gêmea por achar que ela é melhor e mais preferida pelos colegas da escola.
O que me deixou contente foi que ficou conosco durante 3 horas com satisfação e tranqüilidade.
Assim espero que as constelações continuem espalhando o seu brilho e seu bem viver.
Estou muito grata a Renata por me incluir no seu trabalho.”



 Juracy Bitnckur –2012 


“Renata querida, você atingiu o objetivo proposto, fornecendo-nos os subsídios essenciais para começarmos a “brincar” com os números. Acho que vale um maior aprofundamento pois as interpretações são muitas! Parabéns e obrigada por esta oportunidade. Beijo. 





Maria Celia 2012


“Achei a terapia de excelente aproveitamento, abriu minha mente e correspondeu às minhas expectativas. .Renata, estava uma delícia, mas acredito que um grupo de estudos iria nos dar mais valores para continuarmos . Beijos”



Vanessa  2012.


“Atravez de uma amiga em comum conheci a Renata. Logo comecei a fazer terapia….pois era muito mimada e totalmente despreparada para a vida. Na época também sofria de síndrome de pânico e não conseguia sair de casa. Com muito carinho e determinação ela foi me ajudando, tanto que comecei a enfrentar os meus medos, minhas culpas e muitas outras coisas. Com uma regressão que fizemos, porque eu desmaiava muito, descobri que com 23 dias de vida intra uterina minha mãe; sem saber que estava grávida desmaiou e quase morreu, e lá estavam meu pai; minha avó, duas tias e esse medo de morrer passou para mim; feto no ventre de minha mãe e sempre tinha a sensação que ia morrer e desmaiava.
Fizemos a regressão, ela trabalhou o fato e fui para casa…não acreditando muito, ainda emocionada encontro minhas tias; comentei que coisa absurda que tinha acontecido e fui descrevendo a história com detalhes que vi na regressão… Neste momento estavam todas chorando na sala porque o fato tinha acontecido exatamente como eu descrevi, só que nunca ninguém tinha me contado; aí comecei a confiar mais ainda na Renata e no seu trabalho. E o detalhe é que nunca mais desmaiei. Começou a se formar uma grande amizade e um vinculo muito grande entre nos duas; mas não pense que ela não me dava altas broncas…mas com muito amor no coração. Uns dias eu me sentia vítma, outros eu estava forte e assim foi caminhando, mas o mais importante disso tudo era que ela estava ali para me ajudar sempre que precisava.
Muitas coisas a contar nessa época toda quando surgia um novo problema corria pra ela quase morrendo e ela me levantava meu astral num segundo. Começei a frenquentar suas terapias, de muita valia e fazer a minha vida de forma diferente. Hoje sei que muito do que sou devo a minha querida amiga, pois problemas irão aparecer sempre, mas seus conselhos, sua terapia, sua amizade de forma muito digna e com o maior respeito fizeram com que eu viva em paz com a minha consciência e com meu eu. Pois eu me amo, me respeito, me aprovo e me aceito. Renata te amo muito amiga e quero que você tenha toda a felicidade do mundo pois você merece.”
vanessa 2012


Silvia 2012

“Quando conheci a Renata estava em um momento de desespero tão grande, que não sabia mais o que fazer e quem procurar. Me sentia perdida e desorientada, foi quando recebi um email de uma prima com os contatos da Renata. Com seu carinho e dedicação ela foi me mostrando a direção e os caminhos a seguir. Hoje posso dizer que sou outra pessoa, mais forte, decidida e otimista. Devo grande parte dessa mudança a ela, e agradeço por ter transformado a minha vida.” –Neusa 2012
“Fiquei muito satisfeita com o atendimento e com o programa de trabalho de Renata Cardoso Sua metodologia e seu processo me ajudaram a entender muitas situações em minha vida. Ela conseguiu atuar de forma rápida e eficiente trazendo o entendimento e o esclarecimento necessário para que eu atuasse diretamente sobre o meu processo de transformação. Estou realmente muito satisfeita.” – 2012 |
 Silvia – designer – 31 anos.




“Olá Renata!

Muito obrigado pelo trabalho realizado.
Estou me sentindo muito melhor, está brotando força que antes eu não sentia.
Sou mais corajoso em tudo…
Alexandre, 54 anos, bauru 2012
Constelação Familiar




“Querida Renata,


Antes de tudo quero agradecer pelo seu trabalho! Minha amiga me passou sua satisfação quanto ao resultado, e mais uma vez fiquei encantada, pois, como conheço um pouco da história dela posso dizer que tudo fechou muito bem inclusive seus conselhos foram perfeitos! Fico muito feliz!”


Louse , Salvador 2012

Constelação Familiar não presencial

“Boa tarde Renata Cardoso!
Estou feliz com os resultados pós constelação de toda minha família.
Problemas de visão, recuperação fantástica, meu marido retornou um Ser Humano
Melhor, mais decidido, mais conversador e principalemnte livre, leve e feliz.
Porém eu ainda Sinto que preciso tomar algumas decisões na minha vida.
Está tudo muito confuso e angustiante. Estou inqueita e angustiada.
Preciso me renovar e ter uma nov visão para o futuro.
Cansei de sofrer e ser alvo de piada por parte dos meus colegas de tabalho.
Graças a Deus que na Família está tudo cada vez melhor.”


Joana, Minas – Agosto/2012.

“Oi Renata,
É um prazer entrar em contato para enviar meu depoimento.
Demorei um pouco, após me informar sobre a terapia para tomar a decisão de ir.
Eu receava que a terapia talvez não desse resultado, pois o meu problema é bem complexo.
Mas logo na primeira semana eu senti o que muitos falam, um profundo sentimento de amor. Resgatei um profundo sentimento de amor pela minha família. Duas pessoas do círculo sonharam com pessoas antigas da família, um sinal da transformação que está ocorrendo.
A questão que constelei é muito complexa e naturalmente depende de muitos fatores para se resolver.
Mas sinto que recuperei muita energia, muita disposição e alguma coisa dentro de mim mudou. Observei mudanças também nas pessoas do círculo.
Quero em breve fazer uma nova terapia para a minha vida profissional. Sei que os resultados dependem de cada um e não estamos falando de milagre. Mas tudo muda quando a mente muda. E eu compreendi isso. A primeira e mais necessária mudança é a do nosso interior.
Um abraço forte! ”
 Agosto/2012.




Nenhum comentário:

Postar um comentário